Fernanda Takai e Erasmo Carlos - Sentado à Beira do Caminho

[postlink]http://clipvinil.blogspot.com/2010/06/fernanda-takai-e-erasmo-carlos-sentado.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=TXXFvcNEtb4endofvid
[starttext]
Fernanda Barbosa Takai, nasceu em Serra do Navio, no dia 25 de agosto de 1971. Musicista e cronista brasileira. Embora ainda vocalista da banda mineira Pato Fu, Fernanda lançou-se em 2007 uma carreira solo com boa repercussão. Além de cantar, Fernanda toca guitarra, violão e compõe para a banda.


Erasmo Carlos, nome artístico de Erasmo Esteves, nasceu no Rio de Janeiro, em 5 de junho de 1941. Cantor e compositor brasileiro.

Sua parceria com o cantor Roberto Carlos certamente é a de maior sucesso na história da música popular brasileira, tanto em termos de venda quanto em termos de regravações, feitas por artistas de todo o Brasil e do exterior.

Junto com Roberto Carlos, compôs mais de 500 canções, gravadas tanto por Roberto Carlos quanto por inúmeros outros cantores.


Sentado à Beira do Caminho
(Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

Eu não posso mais ficar aqui
A esperar!
Que um dia de repente
Você volte para mim...

Vejo caminhões
E carros apressados
A passar por mim
Estou sentado à beira
De um caminho
Que não tem mais fim...

Meu olhar se perde na poeira
Dessa estrada triste
Onde a tristeza
E a saudade de você
Ainda existe...

Esse sol que queima
No meu rosto
Um resto de esperança
De ao menos ver de perto
O seu olhar
Que eu trago na lembrança...

Preciso acabar logo com isso
Preciso lembrar que eu existo
Que eu existo, que eu existo...

Vem a chuva, molha o meu rosto
E então eu choro tanto
Minhas lágrimas
E os pingos dessa chuva
Se confundem com o meu pranto...

Olho prá mim mesmo e procuro
E não encontro nada
Sou um pobre resto de esperança
À beira de uma estrada...

Preciso acabar logo com isso
Preciso lembrar que eu existo
Que eu existo, que eu existo...

Carros, caminhões, poeira
Estrada, tudo, tudo, tudo
Se confunde em minha mente
Minha sombra me acompanha
E vê que eu
Estou morrendo lentamente...

Só você não vê que eu
Não posso mais
Ficar aqui sozinho
Esperando a vida inteira
Por você
Sentado à beira do caminho...

Preciso acabar logo com isso
Preciso lembrar que eu existo
Que eu existo, que eu existo...

Larará Larará Lararará!
Larará Larará Lararará!
Larará Larará Lararará!
Larará Larará Lararará!
Larará Larará Lararará!...
[endtext]

10 comentários:

iraides disse...

bons tempos....uma perfeição....bj

fatimacar disse...

sou apaixonada por essa musica

zenilde disse...

Música lindaaaaaaaa. Adoro Erasmo Carlos.... Boa lembrança. Obrigada beijosssssssssssssss

mab disse...

que harmonia e suavidade . faz bem aos ouvidos !obrigada. beijo.mab

sonia negrison disse...

GOSTEI MUITO MENINO. ESTA MÚSICA ME TRAZ MUITA SAUDADES DAQUELE TEMPO QUE NÃO VOLTA MAIS....
PRÁ MIM DAQUI PRÁ FRENTE, SÓ TRISTEZA...DOR...SAUDADE...E O MEU MEDO...<>.
BEUIJOSSSSS....

sonia negrison disse...

talvez esteja a se perguntar....medo de que???
desilusão,solidão,despreso, tudo isso me causa medo sabia menino????
eu preciso lembrar que eu existo, mas não faço isso...

Hellê Santos disse...

Lindíssima!!!!!Essa musica embala meus sonhos até hoje.....

Luiza disse...

Oi, adorei,recordei meu tempo de 15 anos que já se passaram tantos anos...que embalou nossos sonhos ...e é bom recordar sempre!Bjos no coração.

Nana disse...

Amo o Erasmo! Linda a interpretação suave da Fernada Takai somada a dele tão doce...

Maria Cristina disse...

JR.

Essa música é linda!....
Abraços perfumados para você!....
Chrisma-Sampa Brasil

Postar um comentário