Celly Campello - Estúpido Cupido

[postlink]http://clipvinil.blogspot.com/2010/06/celly-campello-estupido-cupido.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=ECG-jn_TQz4endofvid
[starttext]
Célia Benelli Campello (Celly Campello), nasceu em Taubaté interior de São Paulo, no dia 18 de junho de 1942 e faleceu em Campinas no dia 3 de março de 2003. Foi uma cantora e precursora do rock no Brasil, surgindo antes que a Jovem Guarda. Também fez uma participação como atriz na novela Estúpido Cupido. Depois de casada, passou a assinar Célia Campelo Gomes Chacon.
Com seis anos cantou na Rádio Cacique da cidade natal e se tornou uma das participantes do Clube do Guri (Rádio Difusora de Taubaté). Estudou piano, violão e balé durante a infância.

Aos doze anos já tinha o próprio programa de rádio, também na Rádio Cacique. Aos quinze anos de idade (1958) gravou o primeiro disco, em São Paulo no outro lado do primeiro 78 rotações do irmão Tony Campello que a acompanhou em boa parte da carreira como cantora e atriz. Estreou na televisão no programa Campeões do Disco, da TV Tupi, em 1958. Em 1959 estreou um programa próprio ao lado do irmão Tony Campello, intitulado Celly e Tony em Hi-Fi, na Rede Record, o qual apresentou por dois anos.

A carreira explodiu em 1959 com a versão brasileira de Stupid Cupid, que no Brasil virou Estúpido Cupido. A música foi lançada no programa do Chacrinha e se tornou um sucesso em todo país no ano de 1959. Nesse mesmo ano participou do longa-metragem de Mazzaropi, Jeca Tatu.

Durante a vida gravou outros sucessos: Lacinhos Cor-de-Rosa, Billy, Banho de Lua, que lhe renderam inúmeros prêmios e troféus, inclusive no exterior, e lhe deram o título de Rainha do Rock Brasileiro.

Para tristeza de toda uma geração que se espelhou no trabalho, Celly abandonou a carreira no auge, aos 20 anos, para se casar e morar em Campinas. Foi em 1962, com José Eduardo Gomes Chacon, o namorado desde a adolescência.

Celly vinha sendo cogitada para apresentar o programa Jovem Guarda (TV Record), ao lado de Roberto e Erasmo Carlos. Como abandonou a carreira, Wanderléa tomou seu lugar.

Em 1976, foi trazida de novo ao sucesso graças a telenovela Estúpido Cupido (homônimo do grande sucesso, de 1959) na TV Globo, na qual gravou uma participação especial. Incentivada pelo sucesso da novela, tentaria retomar a carreira, chegando a gravar um disco e fazendo alguns espetáculos. Mas com o término da novela, voltou ao ostracismo.

Vítima de um câncer, Celly faleceu em 3 de Março de 2003, no Hospital Samaritano em Campinas. A morte do Brotinho de Taubaté, como era chamada, foi uma grande perda para o Brasil.

Em 2008, a empresa de televisão Rede Globo, comprou os direitos autorais das músicas Banho de Lua e Broto Legal, para fazerem parte da trilha sonora da novela Ciranda de Pedra; nenhuma das músicas de Celly foi lançada no CD de trilha sonora da novela.




Estúpido Cupido
(Neil Sedaka / Greenfield - Vs. Fred)

Oh! Cupido, Vê Se Deixa Em Paz,
Meu Coração que Já não pode amar
Eu Amei Há Muito Tempo Atrás,
Já Cansei De Tanto Soluçar

Hei, Hei, É O Fim,
oh oh, Cupido vá Longe De Mim

Eu Dei Meu Coração A Um Belo Rapaz
Que Prometeu Me Amar E Me Fazer Feliz
Porém, Ele Me Passou Pra Trás,
Meu Beijo Recusou
E O Meu Amor Não Quis.

Hei, Hei, É O Fim, Oh oh, Cupido
vá Longe De Mim.

Eu Vi Um Coração
Cansado De Chorar,
A Flecha Do Amor
Só Traz Angústia E A Dor

Mas, Seu Cupido o Meu Coração
Não Quer Saber De Mais Uma Paixão
Por Favor, Vê Se Me Deixa Em Paz,
Meu Pobre Coração Já Não Agüenta Mais

Hei, Hei, É O Fim,
Oh oh, Cupido vá Longe De Mim

Mas, Seu Cupido o Meu Coração
Não Quer Saber De Mais Uma Paixão
Por Favor, Vê Se Me Deixa Em Paz,
Meu Pobre Coração Já Não Agüenta Mais

Hei,Hei,É O Fim,
Oh oh Cupido Vá Longe De Mim(bis)
[endtext]

6 comentários:

mab disse...

que musica deliciosa -lembro me do inicio da miha adolescencia , as festas animadas as roupas que tampavam tudo mas que tambem esbanjavam sensualidade,no cuidado da familia que acompanhava teus filhos nos bailes e caiam na dança tambem , era tudo magico , a bebida da epóca para os velhos era o cuba libre , para os jovens sucos naturais e arriscando um guarana , ,nao existia garrafas grandes , apenas as pequenas , mas jovem devia usar suco natural . eramos saudaveis e alegres , mesmo numa epoca militar de altas restriçoes e guerrilhas . eramos felizes. .......e que bom que sabiamos disto tambem . um abraço com carinho agradeço tua postagem . mab

Rosa Paula Lemos disse...

Esta música era a sensação do momento, qdo criança ouvia sempre minha avó falar desta cantora e de sua bela música. Rosa

fatimacar disse...

legal adorooooo.... vc me faz lenbrar de cada momentos inesquecivel...bjs sonia

Chrisma-Sampa Brasil disse...

JR.
NÃO VOU FAZER COMENTÁRIOS!....
PASSO PARA TE DEIXAR UM POUCO DO MEU PERFUME!....
ABRAÇOS PERFUMADOS PARA VOCÊ!....
CHRISMA-SAMPA BRASIL

sonia negrison disse...

Olá Menino....Amei, fez-me lembrar o início de minha adolescencia. Lembro -me mais da Novela da qual a música Estupido Cupido foi tema ...hoje Trilha Sonora...como é dito. Mas valeu , foi muito bom...Obrigada..beijos.....Menina

VITOR O CARA disse...

doce amigo!
música pra sempre!
obrigada pela lembrança
beijo

Postar um comentário