Zé Fortuna e Pitangueira - Paineira Velha

[postlink]http://clipvinil.blogspot.com/2010/02/ze-fortuna-e-pitangueira-paineira-velha.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=djIUkKKRdhIendofvid
[starttext]
Os irmãos José Fortuna, nascido em Itápolis, SP, no dia 2 de outubro de 1923 e falecido em São Paulo, no dia 10 de novembro de 1983 e Elclides Fortuna (Itápolis, 1928), conhecidos como: Zé Fortuna & Pitangueira, foram uma dupla de cantores de música sertaneja raiz do Brasil.

Zé Fortuna foi cantor, compositor, autor teatral e ator. Começou a compor ainda criança, quando acompanhava o pai em andanças pela lavoura, escrevendo versos no chão de terra com um pedaço de madeira. Com 11 anos de idade compôs "Quinze a sete", numa homenagem a seu time de futebol.

Em 1947, José Fortuna e Elclides Fortuna, criaram a dupla Zé Fortuna e Pitangueira. No mesmo período, mudaram-se para São Paulo onde conheceram o acordeonista Juventus Merenda. Os três formaram então um trio no qual Merenda ficou pouco tempo. Em 1948, conheceram o acordeonista Coqueirinho, formando com ele o trio "Os Maracanãs". Apresentaram-se no mesmo ano na Rádio Record de São Paulo.

Em 1953, a acordeonista Rosinha substituiu Coqueirinho, e Os Maracanãs passou a atuar com sucesso no programa "Terra, sempre terra", na Rádio Piratininga em São Paulo. Em 1956, gravaram o cateretê "O selo de sangue", de Zé Fortuna e Pitangueira, e um de seus maiores sucessos. Em 1957, emplacaram outro sucesso com a valsa "Lenda da valsa dos noivos", de Zé Fortuna e Pitangueira. Em 1958, passaram a atuar na Rádio Bandeirantes. Em 1962, foram para a Rádio Tupi. Em fins dos anos 1950, passou a fazer parte do trio o acordeonista Zé do Fole, em lugar de Rosinha, dando assim forma definitiva ao trio "Os Maracanãs" até a sua dissolução, em 1973.

Gravaram cerca de 40 LPs e diversos discos em 78 rotações.A maior parte das gravações do trio eram composições dos irmãos José Fortuna e Pitangueira.

José Fortuna faleceu em 10 de novembro de 1983, vítima de doença de Chagas. Suas composições eram gravadas por grandes nomes da música sertaneja raiz como: Tonico & Tinoco, Mococa & Paraíso, Teixeirinha, Liu e Léu, etc. Suas composições foram também regravadas por inúmeros intérpretes da Fina Flor da MPB, entre os quais, Maria Bethania, Gal Costa, Caetano Veloso, Nara Leão e Ângela Maria. E o autor brasileiro com o maior número de músicas gravadas, deixou em 40 anos de carreira cerca de 2500 composições, destas 900 músicas inéditas; além de 42 dramas teatrais.


Paineira Velha
(Zé Fortuna & Pitangueira)

Paineira velha abandonada
lá na estrada de meu sertão
Tens uma história de meu passado
que está guardada no meu coração
Eu a encontrei eras pequena
Em meio ao mato onde nasceu
Todas as tardes eu a regava
E assim depressa você cresceu

Paineira velha na sua sombra
Com minha amada fui tão feliz
Colhendo as flores que você dava
Mas o destino assim não quis
E numa tarde você murchou
E o canarinho emudeceu
Hoje o seu tronco só encontrei
O nome dela e um adeus

Paineira velha daqueles tempos
Já se passaram muitos janeiros
Ainda és tão boa tua sombra amiga
Hoje é pousada dos boiadeiros
Já não existe mais o terreiro
No meu ranchinho o cipó cobriu
E a sua casca cresceu de novo
O nome dela também sumiu

Paineira velha fiel amiga
Nossos destinos são sempre iguais
Se estou contente você floresce
Quando eu padeço suas flores caem
Nascemos juntos paineira velha
Vamos morrer nesta união
De vossos galhos quero uma cruz
De sua madeira quero caixão

[endtext]

3 comentários:

sonia negrison disse...

EU VENHO AQUI SÓ PRA SENTIR SAUDADES...APESAR DE TONICO E TINOCO SEREM OS ÍDOLOS Nº1, NA CASA DE MEU PAI , MUITOS OUTROS SERTANEJOS COMO ZÉ FORTUNA E PITANGUEIRA, ENTRE OUTROS É CLARO, TINHAM SEMPRE UM LUGARZINHO PARA UM LP A MAIS, NA GAVETA DA CRISTALEIRA, ONDE A "SONATA" FICAVA.
AQUI EU VIAJO NO TEMPO..........
ABRAÇOS MEU MENINO.....

jca disse...

gostaria de ouvir novamente a musica "dois destinos" de zé fortuna e pitangueira lançada só em 78 rotações no ano de 1959. o que eu faço? vcs teem essa relíquia? meu e-mail é jc-aguirre@bol.com.br

sonia negrison disse...

MENINO, PASSEI NOVAMENTE POR AKI MESMO SEM SER CONVIDADA........QTAS SAUDADES ME DÁ QDO OUÇO ESSAS MÚSICAS....SAUDADE DE UM PASSADO KE NÃO VOLTA NUNCA MAIS...HJ. EU TO AKI VIVENDO SÓ DE LEMBRANÇAS...E CHORANDO DE SAUDADES.....................
SONINHA.............

Postar um comentário